Pesquisar Matérias


Cadela morre abraçada ao dono após ter um ataque cardíaco por causa de fogos de artifícios

Notícias Animal


Magui morreu nos braços de seu dono. Sua família estava desconsolada, perturbada, impotente diante de tal injustiça, "a diversão dos outros foi o fim da vida dela". Gerou um pânico, um terror, que ela não resistiu, diz a publicação da família no facebook.

A história da família Modasjazh com sua cadela, que morreu de ataque cardíaco abraçada a um dos donos, comoveu a população da Argentina e viralizou nas redes sociais.

No último sábado, Magui, uma boxer adulta, passou mal e teve problemas nervosos por causa de uma queima de fogos de artifícios na cidade de Chubut.

A família tentou se comunicar com vários veterinários para atender a cachorra, mas o animal não resistiu e teve uma parada cardíaca. Magui estava abraçada ao filho mais velho de Antonella Modasjazh quando faleceu.

A matriarca fez uma postagem nas redes sociais como forma de homenagem à cadela e para relatar o drama vivido por eles.

Mas o assunto só ganhou uma maior repercussão quando a organização organização Amigos dos Animais Esquel (ADAE) compartilhou o desabafo da mãe de família.

“Ela era nosso mascote amado!!! O nome dela era Magui e ela acabou de morrer. Ela era velhinha e tinha pavor de fogos. Não sabíamos onde mais colocá-la enquanto os outros se divertiam, ela estava tendo um momento terrível.

Um ataque cardíaco a pegou, ligamos para todos os veterinários para nos ajudar e nenhum atendeu! A cachorra morreu nos braços do meu filho, enquanto ele implorava que eu chamasse alguém para ajudá-la”, diz a publicação.



Que triste, que ninguém deixe seu animal sozinho neste fim de ano, porque mesmo em nossa companhia, eles podem padecer. Magui se foi, mas estava juntinho de quem a amava, e com certeza ela sabia disso.




Adaptação de Texto: Vida que Importa




Fonte: https://extra.globo.com/